Serviços

Laboratórios

Laboratórios DEPro

■ Laboratório de Desenvolvimento de Processos em Sistemas Particulados (LDPSP)

Coordenador: Prof. Dr. Antonio Carlos Luz Lisboa

 

As atividades de pesquisa deste laboratório incluem o desenvolvimento e adaptação de equipamentos etécnicas envolvendo sistemas particulados. São desenvolvidos estudos de reações gás-sólido não-catalíticas,envolvendo aspectos de transferência de calor e massa, cinética das reações e modelagem matemática dosfenômenos.

 

 

■ Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Ambientais (LPDTA)

Coordenador: Prof. Dr. Edson Tomaz

 

Realiza pesquisas sobre poluição do ar com ênfase na análise da relação fonte-receptor, na caracterizaçãoambiental de áreas industriais degradadas e nos estudos dos poluentes fotoquímicos, compostos orgânicosvoláteis e partículas. O laboratório dedica-se também ao desenvolvimento de tecnologias de controle de emissõesde compostos orgânicos voláteis por degradação fotocatalítica com ultravioleta, adsorção em argila organofilizadae conversão catalítica. Além disso, estuda as emissões de compostos orgânicos voláteis em processos industriaise as formas de mitigação.

 

 

■ Laboratório para Estudos de Processos de Adsorção e Catálise (LEPAC)

Coordenador: Prof. Dr. Gustavo Paim Valença

 

Atua na área de preparação de catalisadores metálicos suportados, no estudo de cinética de reaçõesheterogêneas e em processos de adsorção de gases em materiais porosos e em sua preparação.

 

 

■ Laboratório de Fluidodinâmica Computacional (L-CFD)

Coordenador: Prof. Dr. José Roberto Nunhez

 

Estuda escoamentos de interesse em Engenharia Química por resolver numericamente as equaçõesprovenientes dos balanços de massa, momento de energia utilizando os métodos dos volumes finitos e o métododos elementos finitos. O L-CFD trabalha com pacotes computacionais em CFD como o CFX/ANSYS eFLUENT/ANSYS. Entretanto o laboratório desenvolve modelos em CFD e trabalha com plataformas desotware livre como o Open-Foam. Os trabalhos desenvolvidos atualmente abrangem estudos de equipamentosda indústria petroquímica, projeto de tanques de mistura por simulação numérica e experimental. o L-CFDdesenvolve também modelos ambientais de dispersão de efluentes. Atualmente o L-CFD possui um modelo parao estudo da dispersão de efluentes em rios que é indicado pela Cetesb, órgão de fiscalização ambiental do Estadode São Paulo. Este modelo é citado na publicação "Controle Ecotixocológico de Efluentes Líquidos no Estado deSão Paulo" preparada pela Cetesb em 2008 que, em seu capítulo 7, que cita o modelo do L-CFD como umaexperiência bem sucedida para a determinação da zona de mistura de efluentes em rios, de forma que o L-CFDpresta também consultorias na área ambiental.

 

 

■ Laboratório de Processos em Meios Porosos (LPMP)

Coordenador: Prof. Dr. Marco Aurélo Cremasco

 

No Laboratório de Processos em Meios Porosos (LPMP) são desenvolvidas pesquisas nas seguintes áreas:Fenômenos de Transporte, Transferência de Massa, Sistemas Particulados, Transferência de Calor e de Massaem Sistemas Particulados e Produtos Naturais, Secagem, Modelagem e Simulação de Processos em SistemasParticulados e Adsorção de Fármacos e Correlatos, Processos de Craqueamento Catalítico. As pesquisasdesenvolvidas têm por objetivo estudar os fenômenos envolvidos na fluidodinâmica, transferência de calor e demassa com e sem reações químicas em sistemas e/ou processos que envolvem materiais de diversas naturezas,utilizando-se técnicas de contato em leitos fixos e móveis, ressaltando as técnicas em leito de jorro, fixo,fluidizado, pneumático, downer, riser, ciclone e leito móvel simulado. Para dar efeito às pesquisas experimentais,o LPMP conta com 60 m2, distribuídos em duas salas, e possui a seguinte infra-estrutura: estação de trabalho,computadores, impressoras; sistema de medição tridimensional dos campos de velocidade e de sólido por análisede imagens (PIV-Tomo); sistema de medição baseado em sondas de fibras ópticas; unidade de ozonização emleito borbulhante, incluindo reator para a obtenção de solubilidade; unidade multi-propósito destinada acraqueamento catalítico, descascadora de cereais; unidade de refrigeração; extratores de óleos essenciais;sopradores de ar; sistema de aquecimento de ar; sistema de resfriamento de ar; secadores em leito fixo, decontato indireto com agitação mecânica o qual pode operar a vácuo o aberto à atmosfera; sistemas de alimentaçãode sólidos; ciclones; sistemas de aquisição de dados; balanças analítica e semi-analíticas; psicrômetros; estufa deesterilização e secagem; dessecador; termopares; medidores de vazão; vidrarias em geral.

 

 

■ Laboratório de Processos Sólido-Fluido (LPS)

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Aparecida Silva

 

 Este laboratório está capacitado a desenvolver pesquisas na área de secagem e de propriedades físicas desólidos porosos, particulados ou não, incluindo biomassa. Na área de secagem, é dada ênfase à qualidade doproduto em função do processo de secagem, com estudos de encolhimento através da análise de imagem, uso deatmosfera modificada com adição de gases ou líquidos e determinação de curvas de secagem em camada delgadaem túnel de secagem totalmente informatizado. O laboratório dispõe de equipamentos para determinação deequilíbrio sólido-gás, instrumentos de medição de temperatura, pressão e velocidade de fluidos, bem comosistemas para medidas de densidade aparente, de leito e densidade de partícula.

 

 

■ Laboratório de Pesquisa em Processos Químicos e Gestão Empresarial (PQGE)

Coordenador: Prof. Dr. Milton Mori

 

Desde a sua criação, o laboratório preocupou-se em realizar projetos de pesquisa aplicados em parceria com as indústrias. O PQGE vem contribuindo para a formação de recursos humanos na aplicação de Fluidodinâmica Computacional em processos químicos, mais especificamente na área de refino de petróleo em parceria com a Petrobrás. O laboratório tem investido, desde 2005, em pesquisa e inovação na área de gestão empresarial. A área de gestão empresarial já consolidou projetos junto a Votorantin Cimentos, tais como o Projeto Inclusão Digital na Cadeia de Valor da Fabricação do Cimento, o Projeto Taxonomia do Conhecimento Relativo ao Processo de Fabricação do Cimento e Gestão do Conhecimento e o Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento & Formação de Profissionais para as Indústrias como Votoratim e Grupo Ultra. Após 28 anos de interação constante com a Petrobrás/SIX e Petrobrás/CENPES, o PQGE conta hoje com a participação de outras instituições de ensino superior (FURB, UFPB e University of Pittsburgh, EUA) e de outras empresas para desenvolvimento de pesquisas, voltadas para a área de fluidodinâmica computacional aplicada ao refino de petróleo.

 

■ Laboratório de Processos Termofluidodinâmicos (LPTF)

 

Coordenador: Prof. Dr. Osvaldir Pereira Taranto

 

O Laboratório de Processos Termofluidodinâmicos (LPTF) se destina a entender os processos industriais através dos conceitos dos fenômenos de transferência de momento, calor e massa, buscando otimizar processos já estabelecidos e desenvolver novos processos químicos”.